REFLEXÃO: A história da vaquinha | ACIRP


20/02/2018

REFLEXÃO: A história da vaquinha

Um sábio passeava pelo campo com seu discípulo quando encontraram uma humilde casa de madeira, habitada por um casal e seus três filhos, todos mal vestidos, com as vestes sujas e rasgadas, aparentando uma pobreza extrema.

O sábio perguntou ao pai como eles faziam para sobreviver, e ele calmamente respondeu: “Temos uma vaquinha que nos fornece vários litros de leite todos os dias. Vendemos uma parte dele e com dinheiro compramos outras coisas que necessitamos. O restante usamos para nosso próprio consumo. Dessa forma, sobrevivemos.”

O sábio agradeceu a informação e foi embora com o seu discípulo, pedindo que o mesmo voltasse, pegasse a vaquinha e empurrasse ela do penhasco.

Seu discípulo, muito incomodado e culpado, obedeceu a ordem, mas retornou algum tempo depois para pedir desculpas à família. Observou então, que tudo havia mudado. A casa estava cercada por árvores onde muitas crianças brincavam e até tinha um carro.

Desesperou-se pois achou que a família humilde havia vendido tudo que tinha. Mas, logo em seguida deparou-se com eles e perguntou ao pai o que havia acontecido e ele, com sorriso largo, respondeu:

“Quando nossa vaquinha que nos fornecia tudo caiu de um penhasco e morreu fomos obrigados a fazer outras coisas, a desenvolver outras habilidades que nunca tínhamos imaginado possuir. Dessa forma, começamos a prosperar e a nossa vida mudou”.

A reflexão que essa história transmite é sobre o modo como vivemos, e especialmente se vivemos nos queixando de como é a nossa existência.

Não é necessário esperar que um “mestre” chegue para jogar a “vaquinha” que nos limita em um precipício. Podemos, a partir de hoje, olhar para além dos nossos confortos e nos conscientizarmos do potencial que temos. Não somos limitados: nós mesmos colocamos obstáculos na nossa vida.

Cada um de nós tem uma “vaquinha” na sua vida. Qual é a sua?